Tag Mundo Digital

Confira os destaques do Twitter no Brasil em 2020

O ano de 2020 foi diferente de tudo que foi visto nas últimas décadas. O mundo passa por um momento singular que trouxe novas rotinas, hábitos e tendências. E o Twitter foi o lugar onde as pessoas puderam se encontrar, participar de conversas e se informar sobre os mais diversos assuntos. A décima edição do #Aconteceu no Twitter – levantamento da plataforma sobre os principais temas abordados entre janeiro e novembro de 2020 – traz um retrato de como as pessoas passaram por este ano: como se mantiveram entretidas, as mudanças que geraram e as mensagens de apoio que compartilharam umas com as outras.

No Twitter, as pessoas se informaram sobre as últimas notícias e medidas de segurança; participaram de conversas em torno de assuntos divertidos como música, esportes e TV; engajar em importantes movimentos sociais e ambientais, e acompanhar, em tempo real, momentos decisivos que aconteceram em países espalhados pelo mundo.

Não é nenhuma surpresa que a hashtag principal deste ano no mundo foi #Covid19 – ela, e outras variações, foi Tweetada quase 400 milhões de vezes. Com grande parte do mundo ficando mais em casa, #FicaEmCasa (#StayHome em inglês) foi a segunda maior maior hashtag do ano no Brasil e a terceira globalmente. No Brasil, entre as principais hashtags estão #Covid19, #FicaEmCasa, #ChampionsLeague, #Eleições2020, #VidasNegrasImportam, #JuntosPeloPantanal, #SOSAmapá e #Beirute.

Pandemia

Com o anúncio da pandemia global de #Covid19, o Twitter foi um grande centro de informações e conversas sobre o assunto, reunindo desde notícias sobre o primeiro caso no Brasil, e de líderes e artistas que contraíram a doença, a pronunciamentos e opiniões sobre impactos econômicos no país e desdobramentos sobre a saúde dos brasileiros. A página especial de curadoria com informações confiáveis sobre a pandemia foi acessada por mais de 160 milhões de pessoas, mais de duas bilhões de vezes, em todo o mundo.

Isolamento social

A recomendação #FicaEmCasa levou as pessoas a buscar novas maneiras de se conectar e interagir, e trouxe grandes mudanças na rotina e hábitos. Entre os que puderam ficar em casa, diversos brasileiros expressaram o amor às plantas pelo Twitter. De janeiro a julho, as menções diárias a mãe e pai de planta tiveram um crescimento de 140%. Além da flora, muitas pessoas voltaram suas atenções para os animais: Tweets sobre pets cresceram mais de duas vezes no ano em comparação com 2019.

TV e música

Com as medidas de segurança e mais tempo em casa, o entretenimento foi forte aliado dos brasileiros durante a pandemia neste ano – 80% das pessoas no Twitter disseram que seus hábitos de consumo de entretenimento mudaram e 42% afirmou estar assistindo mais TV. Entre os reality shows, o Big Brother Brasil (@bbb) foi o mais comentado – no Brasil e no mundo, gerando mais de 270 milhões de Tweets – o equivalente a mais de dez vezes o número da edição de 2019. Completam a lista A Fazenda12 (@fazendarecord), De Férias Com o Ex (@MTVDeFeriasBR), MasterChef Brasil (@masterchefbr) e The Voice Kids (@thevoicekidsbr). Já entre as novelas, as reprises ganharam maior destaque: Avenida Brasil, Totalmente Demais e Fina Estampa foram as mais mencionadas na plataforma.

De acordo com o levantamento, o número de Tweets sobre música teve aumento de 38% em relação ao ano passado. E as lives fazem parte deste crescimento: no início da pandemia, entre março e abril, foram gerados 12 milhões de Tweets sobre os shows à distância. As lives mais comentadas foram comandadas pelos cantores Marília Mendonça (@mariliamreal), Luan Santana (@luansantana) e Péricles (@periclesfaria). E o sertanejo deu o que falar: as conversas sobre o gênero cresceram mais de duas vezes em comparação ao ano passado no Twitter.

Esportes

Apesar de ter ficado paralisado em todo mundo durante parte do ano, o esporte continuou sendo tema de diversas conversas no Twitter – em 2020, foram contabilizados 241 milhões de Tweets no Brasil. E quando o tema é esporte, Neymar ( @neymarjr ) continua sendo grande destaque na plataforma. Além de ser o atleta mais mencionado, o Tweet publicado pelo jogador sobre sua preparação para a partida das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa foi o mais Retweetado do ano no Brasil. Gabriel Barbosa ( @gabigol ), Cristiano Ronaldo ( @Cristiano ), Everton Ribeiro ( @evertonri ) e Lionel Messi também figuraram na lista dos atletas de maior menção no Twitter. Entre os clubes mais comentados, Flamengo ( @flamengo ) ficou na liderança, seguido de Vasco da Gama ( @VascodaGama ), Corinthians ( @Corinthians ), Fluminense ( @FluminenseFC ) e Palmeiras ( @Palmeiras ).

Tweeteiros

As diversas interações de Tweeteiros na plataforma também geraram muitas conversas no Brasil. Luscas ( @luscas ) foi o mais comentado no país pelo segundo ano consecutivo. Também estão na lista Felipe Neto ( @felipeneto ), Maisa Silva ( @maisa ) e Whindersson Nunes ( @whindersson ).

Política

No cenário político, o Twitter facilitou que as pessoas encontrassem e participassem das conversas sobre o assunto, além de dar acesso a notícias em tempo real e a oportunidade de ser parte dos debates sobre os mais diversos temas, incluindo as #Eleições2020 do Brasil e dos EUA. Globalmente, os políticos Donald Trump ( @realDonaldTrump ), Joe Biden ( @JoeBiden ), Barack Obama ( @BarackObama ), Narendra Modi ( @narendramodi ) e Kamala Harris ( @KamalaHarris ) figuraram entre as pessoas mais comentadas na plataforma neste ano.

Movimentos

O ano foi marcado por importantes movimentos sociais e ambientais que repercutiram no Brasil e no mundo. No Twitter, #VidasNegrasImportam (#BlackLivesMatter em inglês) foi tema de diversos debates, ao lado de #JuntosPeloPantanal e #SOSAmapá. A explosão em #Beirute também gerou grande movimentação, já que a plataforma foi fonte de informação em tempo real sobre o assunto.

Confira as listas dos mais comentados no Twitter no Brasil em 2020 divididos por categorias:

Atletas

• Neymar (@neymarjr)

• Gabriel Barbosa (@gabigol)

• Cristiano Ronaldo (@Cristiano)

• Everton Ribeiro (@evertonri)

• Lionel Messi

• Giorgian De Arrascaeta ( @GiorgiandeA )

• LeBron James ( @KingJames )

• Bruno Henrique ( @Brunohenrique )

• Robinho ( @Robinho )

• Philippe Coutinho ( @Phil_Coutinho )

Clubes

• Flamengo (@Flamengo)

• Vasco da Gama (@VascodaGama)

• Corinthians (@Corinthians)

• Fluminense (@FluminenseFC)

• Palmeiras (@Palmeiras)

• São Paulo ( @SaoPauloFC )

• Grêmio ( @Gremio )

• Cruzeiro ( @Cruzeiro )

• Internacional ( @SCInternacional )

• Atlético-MG ( @Atletico )

Bandas e cantores

• BTS ( @bts_twt )

• Manu Gavassi ( @manugavassi )

• Louis Tomlinson ( @louis_tomlinson )

• Any Gabrielly ( @anygabrielly )

• BLACKPINK ( @blackpink )

• Anitta ( @anitta )

• Marília Mendonça (@mariliamreal)

• Justin Bieber ( @justinbieber )

• EXO ( @weareoneEXO )

• TWICE ( @jypetwice )

Lives

• Marília Mendonça ( @mariliamreal )

• Luan Santana ( @luansantana )

• Péricles ( @periclesfaria )

• Gusttavo Lima ( @gusttavo_lima )

• One World: together at Home

• Bruno e Marrone ( @brunomarroneweb )

• Zé Neto e Cristiano ( @ZNC_Oficial )

• Ludmilla ( @Ludmilla )

• Anitta no Festival Latinos Unidos (@anitta)

• Henrique e Juliano ( @HeJOficial )

Reality/talent shows

• BBB 20 ( @bbb )

• A Fazenda 12 ( @fazendarecord )

• De Férias Com O Ex ( @MTVDeFeriasBR )

• MasterChef Brasil ( @masterchefbr )

• The Voice Kids ( @thevoicekidsbr )

Novelas

• Avenida Brasil

• Totalmente Demais

• Fina Estampa

• Amor de Mãe

• A Força do Querer

• Apocalipse

• Salve-se Quem Puder

• Malhação – Viva a Diferença

• Éramos Seis

• As Aventuras de Poliana

Programas de TV

• Jornal Nacional ( @jornalnacional )

• Fantástico ( @showdavida )

• Cidade Alerta ( @cidadealerta )

• Jornal Da Record ( @jornaldarecord )

• Encontro ( @EncontroFatima )

Filmes

• Os Vingadores: Ultimato ( @Avengers )

• Pantera Negra ( @theblackpanther )

• Frozen 2 ( @DisneyFrozen )

• Black is King

• Parasita ( @ParasiteMovie )

• A Barraca do Beijo 2

• Aves de Rapina ( @birdsofpreywb )

• Democracia em vertigem

• A Barraca do Beijo

• Batman ( @DCBatman )

Séries

• Grey’s Anatomy ( @GreysABC )

• Brooklyn Nine-Nine ( @nbcbrooklyn99 )

• The Vampire Diaries ( @cwtvd )

• The 100 ( @cwthe100 )

• Teen Wolf ( @MTVteenwolf )

• Riverdale ( @CW_Riverdale )

• Game of Thrones ( @GameOfThrones )

• Peaky Blinders ( @ThePeakyBlinder )

• How I Met Your Mother ( @OfficialHIMYM )

• The Walking Dead ( @TheWalkingDead )

Games

• League of Legends ( @LeagueOfLegends )

• Among Us ( @AmongUsGame )

• Minecraft ( @Minecraft )

• Fortnite ( @FortniteGame )

• VALORANT ( @PlayVALORANT )

• Grand Theft Auto

• The Sims ( @TheSims )

• Animal Crossing ( @animalcrossing )

• The Last of Us

• Garena Free Fire ( @FreeFireBR )

Emojis

• 🥺

• 😍

• 😔

• 🥰

• 😭

Tags, ,

Brasil é o segundo país que mais fala sobre Black Friday no Twitter

Dados do Twitter mostram que Brasil é o segundo país que mais Tweeta sobre Black Friday no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. De acordo com o levantamento conduzido pela plataforma, a conversa é tão relevante que é possível observar um crescimento de +130% ano contra ano sobre o assunto. Só em 2019 foram mais de 2,6 milhões de Tweets sobre o tema, sendo que 89% das conversas de foram positivas ou neutras.

A Black Friday vem sendo realizada no Brasil há cerca de dez anos e tem ganhado cada vez mais relevância para comércio, em especial o comércio eletrônico. A tradição de grandes descontos originada nos EUA tem chamado a atenção do consumidor brasileiro, que declarou (64%) que a data é uma boa oportunidade para comprar itens que não comprariam sem o desconto. Inclusive os valores reduzidos nos preços dos produtos estão no primeiro lugar entre as ofertas preferidas dos consumidores, com 86% das menções. Frete grátis (57%) e combos – compras com itens conjuntos – (35%) fecham o Top 3. Parcerias com apps de cashback (receber de volta uma parcela do valor gasto), prática recente no Brasil e que ainda não caiu nas graças da população, aparece com apenas 17%.

Em 2020, por conta da pandemia da Covid-19, espera-se que a grande maioria das compras deve ser feita de forma eletrônica em lojas virtuais. Mas isso não será um problema para que o mercado se aqueça ainda mais para a data. As pessoas no Twitter disseram que já estão mais do que acostumadas a fazer compras online na Black Friday. 40% da audiência declarou que a sua frequência de compras online cresceu nos últimos 3 meses. E um em três entrevistados relataram já terem feito compras online em Black Fridays passadas.

Vestuário em geral (incluindo roupas e sapatos) é a categoria que desperta o maior interesse dos consumidores para este ano (60%). Celulares (55%), Computadores e itens relacionados (53%), Livros/Quadrinhos/ Revistas (47%) e Videogame/consoles (38%) fecham o Top 5.

Quais as categorias que as pessoas do Twitter Comprariam na Black Friday?

• 60% – Roupas/Sapatos/ Vestuário em geral

• 55% – Celulares

• 53% – Computadores e itens relacionados

• 47% – Livros/Quadrinhos/Revistas

• 38% – Video games/Consoles

• 37% – Produtos de beleza e cuidado pessoal

• 35% – Eletrodomésticos e itens para casa

• 28% – Televisões

• 22% – Assinaturas de apps/ serviços de streaming

Fonte – Twitter Marketing Insights & Analytics | Twitter Insight Survey (TIS) 19/08/2020 a 20/08/2020 [n=592]

Tags, , ,

Spotify lança “Seus Episódios”, novo recurso para podcasts

Não é muito mais legal quando conseguimos criar playlists para reunir todas as músicas que amamos em um só lugar? Pensando nisso, a partir de hoje, o Spotify está tornando mais fácil o modo de salvar e encontrar seus episódios de podcast salvos, com o lançamento do recurso Seus Episódios.

Com Seus Episódios, os usuários e ouvintes de podcast do Spotify podem facilmente marcar suas recomendações de episódios, suas descobertas mais recentes e seus favoritos de todos os tempos com apenas um toque! Todos os episódios salvos podem ser encontrados em sua biblioteca na playlist Seus Episódios. Não importa quando você quer ouvir, agora ficou mais fácil de encontrar já que todos os programas estarão salvos em um só lugar.

Legal, né? Funciona assim:

• Salve episódios tocando no ícone “+” em um cartão de episódio ou na página do episódio escolhido;


• Encontre e reproduza episódios navegando até a playlist Seus Episódios, que está fixada na parte superior da Sua Biblioteca nas guias Playlists de Música e Episódios de Podcasts.

Pronto! Fácil e rápido. É importante ressaltar que todos os podcast são gratuitos no Spotify. É só fazer um cadastro de usuário Free para curtir seus podcasts favoritos gratuitamente e muitos outros entre os milhares de programas da plataforma. Aqui nessa página você encontra o passo a passo para criar uma conta no Spotify caso ainda não seja usuário. Além disso, sendo usuário Free ou Premium, você pode salvar podcasts em modo offline para ouvir quando e onde quiser – mesmo quando estiver sem conexão com a internet.

Tags, , ,

Brasileiros são atraídos por promoções da Black Friday Chinesa

Vídeos sobre Dia dos Solteiros no YouTube tiveram aumento de 117% nas visualizações no Brasil

O Dia dos Solteiros, data promovida pela empresa chinesa Alibaba, impulsiona procura por varejistas nacionais antes mesmo da Black Friday para o comércio mundial. Dados levantados pela Decode, empresa de client acquisition e big data analytics, mostram crescimento do interesse pela data no Brasil, com destaque para aumento de buscas que relacionam o evento às marcas Americanas (850%), Gearbest (500%) e Banggood (250%).

Tradição recente, o Dia dos Solteiros surgiu entre universitários chineses nos anos 1990 e, em 2012, o “duplo 11” (11/11) foi registrado pelo Grupo Alibaba e acabou se tornando o maior evento de vendas online do mundo. Este ano, na imprensa digital brasileira houve 27% mais matérias sobre o assunto, comparado a 2019.

O interesse dos consumidores brasileiros, por sua vez, levou a um crescimento de 117% em visualizações de vídeos sobre o a data no YouTube. No Twitter, os comentários se dividem entre promoções de lojas (62%), quem está ansioso para comprar (33%) e também quem afirma não ter dinheiro para aproveitar as ofertas (5%).

“Ainda que a economia tenha sido impactada pelos efeitos da pandemia, o consumidor brasileiro está atento às ofertas. O surgimento de mais uma grande data do varejo no fim do ano pode estimular uma competição saudável por melhores preços e melhorar a confiança do consumidor na redução praticada pelas lojas”, avalia Lucas Fontelles, Head de Consumer Insights da Decode.

A Decode é uma empresa de dados e client acquisition que, a cada semana, realiza levantamentos de dados e sentimento público sobre temas relevantes do momento em diversas áreas. Essa expertise em comportamento do consumidor é uma das bases das soluções de negócios com foco data-driven e maximização de receita elaboradas pela empresa.

Tags, , , ,

Redescobrindo o offline: as 6 atividades mais realizadas em 2020

O isolamento social provocado pela pandemia do coronavírus fez com que as pessoas, apesar de estarem mais conectadas, buscassem outras formas de se entreter dentro de casa. Hábitos do universo offline que haviam sido deixados para trás, como ver TV ou cozinhar, entraram na moda novamente e voltaram com força total. É o que mostra o estudo realizado pela Squid, empresa líder em marketing de influência e comunidades do Brasil, que analisou as respostas de mais de 3500 entrevistados e mostra quais são as atividades que as pessoas retomaram em 2020.

Abaixo, a lista com as 6 atividades offline que foram realizadas com mais frequência durante a quarenta:

1. Assistindo mais TV (canais abertos e a cabo) (54%)

2. Passando mais tempo com a família (52%)

3. Cozinhando mais (49%)

4. Lendo mais livros (37%)

5. Utilizando o tempo para hobbies (23%)

6. Fazendo mais exercícios físicos (22%)

Tags, , , , ,

Twitter lança globalmente Anúncios em Carrossel

Testes realizados na plataforma mostraram aumento de 15% na taxa de cliques em sites e 24% nas instalações por impressão em aplicativos

Nesta quarta-feira (11), o Twitter apresenta um novo formato de anúncio para auxiliar ainda mais a publicidade de performance na plataforma: a publicidade em carrossel. Disponibilizados globalmente, esses anúncios são projetados para impulsionar e conquistar melhores desempenhos em campanhas. Esta nova modalidade de publicidade ainda fornece uma experiência mais imersiva e interativa aos consumidores, com propagandas compostas por duas a seis imagens, ou vídeos, que podem ser visualizados com apenas um deslizar horizontal no seu dispositivo. A intenção é levar as pessoas para um aplicativo ou site de forma mais interativa.

Tags, , ,

Marcelo Tripoli lança a Zmes

Começa a operar oficialmente hoje a Zmes, agência de marketing digital fundada por Marcelo Tripoli, ex-vice-presidente e sócio-associado da consultoria McKinsey e um dos nomes mais respeitados do setor no país. A Zmes, palavra que em eslovaco significa mistura, se apoia em três pilares: consultoria para realizar diagnósticos profundos que calculam o potencial financeiro para a realidade de cada cliente, criação e conteúdo, fundamental para conectar marcas aos consumidores, e tecnologia de ponta, com uso intensivo de recursos de inteligência artificial e análise de dados através de ferramentas proprietárias. “Temos um modelo único, sem paralelo no mercado”, diz Tripoli. “Não somos uma agência. Somos uma pós-agência, um parceiro que leva nossos clientes à máxima performance em marketing digital.”

A Zmes é apoiada por um grupo de sócios-investidores que reúne alguns dos principais empresários e executivos do país: Miguel Krigsner e Artur Grynbaum, fundador e CEO de O Boticário, Helio Rotenberg, fundador e CEO da Positivo Tecnologia, e Claudio Loureiro, fundador da Heads Propaganda. Juntos, eles investiram 18 milhões de reais e possuem 42,5% da Zmes. Marcelo Tripoli, sócio gestor com outros 42,5% de participação, é o principal executivo da companhia. Os demais 15% pertencem ao grupo de profissionais que forma a liderança da Zmes.

São executivos com experiências com consultorias estratégicas, agências e empresas de tecnologia. Henrique Makauskas, ex-Tech Leader do marketplace de moda Dafiti, lidera a frente de tecnologia e dados. Giuliana Viscardi, responsável pela criação e na tradução de dados em storytellings capazes de engajar a audiência desejada. Tem passagens pela Cubo, Vice e B/Ferraz onde criou e liderou o programa de Influenciadores da AMBEV. Marta Oliveira, responsável por estratégia de marcas, jornada do consumidor, gestão dos squads e relacionamento com cliente, traz a visão dos CMOs. Trabalhou durante 10 anos na Pepsico em posições de liderança e atuou em consultorias de branding e inovação para marcas como Ambev, BRF, Nestlé e Kimberly-Clark. Ex-sócio-associado da McKinsey, com passagens anteriores pela Accenture e EY, Ricardo Tassi lidera as áreas de delivery excellence e data analytics. Além das funções ligadas à entrega de projetos, Tassi é também o CFO da Zmes.

Modelo Único

O modelo de atuação da empresa sempre começa com um diagnóstico profundo das carências e oportunidades do marketing digital do cliente que sempre é quantificada em potencial de aumento de receita e lucratividade. A partir daí, definem-se as ferramentas que serão utilizadas, os processos mais efetivos e o perfil da equipe. Cada time é composto por profissionais de planejamento, tecnologia, mídia e criação, atua integrado, in-house e é 100% dedicado ao cliente.

A Zmes está presente em toda a jornada do consumidor — das estratégias de branding e awareness às táticas de performance para maximizar a conversão passando também pela otimização da jornada de compra e a fidelização com o CRM. Um time de desenvolvedores, arquitetos e cientistas de dados usa a inteligência artificial para automatizar processos e personalizar as campanhas, de forma que cada consumidor receba mensagens e ofertas de acordo com seus hábitos, comportamentos e necessidades. “Com isso, garantimos um aumento de pelo menos 20% em receitas e margens”, afirma Tripoli.

O modelo de remuneração é predominantemente variável — a maior parte do pagamento da agência fica atrelada ao atingimento das metas estabelecidas no início de cada campanha. A Zmes trabalhará com tecnologia proprietária. Um grupo de desenvolvedores e cientistas de dados se dedica à produção de ferramentas específicas. “Nos últimos seis meses, as empresas avançaram cinco anos na transformação digital”, diz Marcelo Tripoli. “Essa é uma revolução que só começou. A Zmes não poderia ter surgido num momento mais propício.”

Tags, , , ,

Dados do Twitter mostram que já começou o aquecimento para a Black Friday 2020

Apesar de ser uma tradição típica dos norte americanos, a Black Friday já se transformou em um dos principais eventos de compras ao redor do mundo. É a data esperada por muitos para “colocar no carrinho” alguns itens da lista de desejos, e cada vez mais as pessoas têm se organizado para aproveitar estes dias de promoções e descontos. A Black Friday será realizada na última sexta-feira de novembro (27), mas a preparação para as compras começa muito antes. Uma pesquisa realizada no Twitter aponta que as pessoas não estão deixando para ir atrás dos produtos na última hora: comparado com anos anteriores, houve uma queda de 24% em relação a quem deixava para pesquisar/comprar somente no dia do evento, e 66% das pessoas afirmam que procuram lojas/produtos pensando na #BlackFriday com, pelo menos, uma semana de antecedência.

Com isso em mente, as marcas que têm intenção de fazer parte desta conversa precisam se preparar com antecedência, já que as semanas que precedem o dia 27 de novembro são decisivas para engajar e conquistar o público. No último ano, por exemplo, já era possível encontrar, no Twitter, conversas sobre o assunto no mês de setembro; quase um milhão de Tweets foram publicados entre os dias 22 de setembro até 28 de novembro, sendo que 90% desses aconteceram na semana da pré-Black Friday. Em 2020, o Twitter já tem registrado picos expressivos de conversas sobre o tema, com destaques para os dias 29 de setembro, 13 e 28 de outubro, o que indica que as pessoas já estão falando sobre a data na plataforma.

Além disso, é importante salientar que as pessoas vão até a plataforma para conversar sobre o que querem comprar, ouvir opiniões, pesquisar melhores ofertas /dicas, comparar e compartilhar suas experiências. Assim, é importante que as marcas entendam a necessidade da credibilidade para se destacar nas conversas e conquistar o público.

“Os dados mostram que as pessoas que estão no Twitter têm bastante interesse e engajamento com quem está falando sobre a Black Friday e o serviço aparece como um importante aliado na conquista destes consumidores. É possível estabelecer conexões legítimas entre pessoas, produtores de conteúdo e até marcas que saibam entrar na conversa, justamente pela plataforma contar com uma audiência disposta a conhecer coisas novas, com uma mentalidade aberta a descobrir e comentar sobre tendências e movimentos. 36% da audiência declarou que o Twitter as faz conhecer marcas, produtos ou lojas. Além disso, 32% buscam informações/sites relacionados sobre produtos e marcas que viram no Twitter; 43% procuram opiniões e recomendações sobre produtos que quer comprar; e 35% disseram que comprariam um produto com base no que viram no Twitter”, explicou Camilla Guimarães, gerente da área de Pesquisa do Twitter Brasil.

As marcas mais mencionados na Black Friday 2019:

• McDonald’s ( @McDonalds_BR )

• Burger King ( @BurgerKingBR )

• Nike ( @Nike )

• Nubank ( @nubank )

• Apple ( @Apple )

• Tupperware ( @tupperware )

• Dell ( @DellnoBrasil )

• Centauro ( @centauroesporte )

• Adidas ( @adidasbrasil )

• Amazon ( @amazonBR )

• Brahma ( @BrahmaCerveja )

• iFood ( @iFood )

• Magazine Luiza ( @magazineluiza )

• Samsung ( @SamsungBrasil )

• Cinemark ( @cinemarkoficial )

Tags, , , , ,

Black Friday 2020: 48% pretendem aproveitar as ofertas e 38% estão indecisos

A Black Friday 2020 está chegando. O evento, que é considerado um dos mais importantes para o varejo e, em especial, para o varejo virtual, promete manter a curva crescente de vendas dos últimos anos. Para se ter uma ideia, em 2019, a Black Friday representou 20% do total de pedidos feitos ao longo do mês de novembro.

E, se devido ao contexto atual, alguns lojistas estavam com dúvidas em relação ao engajamento do público com a data, uma pesquisa feita pela Social Miner – empresa que une dados de consumo, tecnologia e humanização para ajudar sites a otimizarem seus resultados -, em parceria com a Opinion Box e com o apoio da All iN, revela que 48% dos consumidores pretendem aproveitar as ofertas neste ano. E mais: 38% estão indecisos.

Diante do potencial do evento, a pergunta que não quer calar entre os varejistas é: o que levará as pessoas a consumirem na data? De acordo com o estudo, para 56% será a oportunidade de comprar produtos que já estavam precisando, mas com um precinho melhor. Já 51% vão aproveitar as promoções para comprar itens de desejo e 25% devem antecipar as compras de Natal.

Mas, se necessidade, desejo e oportunidade estão entre os principais motivações que devem levar o público às compras, a pesquisa revela ainda que, entre aqueles que não vão comprar, 55% não podem arcar com gastos ou estão economizando; 25% disseram não estar precisando de nada; 7% preferem esperar as ofertas de fim de ano; e 19% não confiam nas promoções .

E ainda falando sobre confiança, a falta dela é um dos pontos que podem fazer com que consumidores engajados desistam da compra – pelo menos foi o que 43% afirmaram em relação às lojas e 41% em relação aos descontos que podem parecer irreais:

Outro dado do estudo aponta que, se na hora de pesquisar por ofertas, 51% devem recorrer apenas a fontes online, 40% devem mesclar as buscas entre on e offline e 8% devem consultar lojas físicas, na hora da compra, os sites disparam como canal favorito do público, sendo seguido pelos aplicativos e lojas físicas:

Já quando falamos de facilidades apreciadas pelo público, o conforto de comprar online e receber o produto em casa se destaca para 81% dos consumidores. Mas a vantagem é seguida por outra tendência, muito comentada quando o assunto é experiência de compra omnichannel: o pickup store, sendo que 25% disseram que gostariam de comprar online e retirar em lojas físicas .

E a hora dos varejistas começarem a divulgar suas promoções é agora. Isso porque, apesar de o maior número de conversões provavelmente acontecer principalmente no dia do evento – uma vez que 58% disseram que pretendem comprar apenas no dia 27 – 34% do público já está de olho nas ofertas e outros 36% devem começar a procurar por promoções com 15 dias de antecedência.

Para ajudar as empresas a compreenderem o comportamento dos consumidores e adequarem suas estratégias, a Social Miner preparou um guia de comunicação para a Black Friday, acessível neste link: http://conteudo.socialminer.com/guia-comunicacoes-e-estrategias-black-friday-2020

Tags, , ,

Veículos e jornalistas são principal fonte de informação sobre política para pessoas que estão no Twitter

Além de ser o lugar onde as pessoas se encontram para conversar e debater sobre os mais diversos assuntos, o Twitter tem se mostrado, cada vez mais, referência para quem busca informações sobre temas relevantes à sociedade. Uma pesquisa recente realizada pela plataforma apontou que 75% daqueles que utilizam o serviço no Brasil o fazem para ficar por dentro das últimas notícias relacionadas às eleições. Apenas 15% das pessoas responderam que não se informam sobre política no Twitter, e 10% usam pouco.

A pesquisa aponta, ainda, que a plataforma tem sido utilizada com frequência para esta finalidade justamente por oferecer a possibilidade de acompanhar os acontecimentos em tempo real (69%), com dados direto da fonte (62%), e por dar visibilidade a todos os pontos de vista (54%), inclusive, com a oportunidade de acompanhar os candidatos debatendo entre si (37%).

A busca por informações ocorre principalmente em contas relacionadas a jornais e revistas (54%) e jornalistas e especialistas no tema (48%), enquanto 23% seguem diretamente o Moments ( @MomentsBrasil) e 22% candidatos a prefeito. Sobre os momentos em que se informam sobre política no Twitter, 48% afirmaram que acompanham sempre e 35% quando há alguma eventualidade.

Ainda de acordo com o estudo, 74% das pessoas disseram que as ideias que um(a) candidato(a) defende no Twitter podem ajudar a definir o voto. Foram ouvidas 1.024 pessoas no Twitter, de 1º a 5 de outubro.

Tags, , , ,