Otimismo e solidariedade: duas lições de casa para as marcas

Segundo estudo da Kantar, 65% das empresas esperam que seus negócios se recuperem dos impactos causados pela atual crise no período de seis meses a um ano. Essa pode ser uma onda de otimismo que muitas marcas vão conseguir surfar caso se mantenham atentas às mudanças de comportamento do seu público. Isso porque 97% dos entrevistados acreditam que os hábitos dos consumidores vão mudar depois da pandemia.

A última edição do BrandZ, ranking das marcas mais valiosas do mundo produzido pela Kantar, mostra que 51% das empresas que se destacaram no ranking acreditam que suas marcas desempenham um papel cada vez maior no apoio à sociedade e ao governo. “Essa tendência acompanha o crescente número de consumidores que não levam em conta somente a qualidade dos produtos e serviços ofertados, mas também os valores, posicionamento e causas adotadas pelas empresas”, comenta David Fiss, Diretor de Client Service & New Business da Kantar – Worldpanel Division. O estudo reforça outras duas tendências: a transformação digital e o cuidado com a saúde dos colaboradores. 51% das marcas acreditam no movimento digital e querem melhorar o acesso à dados e 62% oferecem programas de saúde mental para seus colaboradores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *