Marcas voltam a apostar em influenciadores com mais seguidores

Marcas voltam a apostar em influenciadores com mais seguidores

Novo estudo realizado pela Socialbakers , plataforma líder global em soluções para a otimização de performance corporativa em redes sociais, divulgou que as marcas voltaram a apostar em mega e macroinfluenciadores no último trimestre de 2020, enquanto os micro e nano perderam um pouco a atenção que haviam conquistado algumas meses atrás.

A preferência por formadores de opinião com menos seguidores e nichados começou no segundo semestre do ano passado e era previsto que essa tendência continuasse em alta mesmo após o final da pandemia. O que não ocorreu, já que o estudo revelou que o uso dos nano e microinfluenciadores teve queda no final de 2020. “O aumento no uso de formadores de opinião com mais de 100 mil ou mais de 1 milhão de seguidores foi uma surpresa. E essa é uma tendência que deve ser monitorada e que deve seguir ocorrendo agora em 2021”, comenta Alexandra Avelar, country manager da Socialbakers.

Ainda segundo o estudo, mesmo que os profissionais de marketing direcionem para formadores de opinião menores, e dados comprovem que eles têm sido usados mais frequentemente, o grupo de influenciadores com mais de um milhão de seguidores foi o único a crescer no último trimestre de 2020 em comparação com o mesmo período de 2019. “Embora sempre haja mais influenciadores menores cooperando com as marcas, muitos previram um colapso quase total do uso de megainfluenciadores após a pandemia. Mas esses dados do relatório mostram que não é o caso e que devemos seguir acompanhando como as marcas vão se comportar quanto à escolha de influenciadores nos próximos meses e o desenvolvimento dessa tendência”, explica a country manager.

O estudo revelou ainda um crescimento de 40,5% na utilização da hashtag #ad em posts feitos no Brasil em relação ao trimestre anterior. De acordo com o levantamento, os influenciadores usaram a #ad em 5.721 postagens ao longo do trimestre. Apesar do aumento em comparação com os meses anteriores, houve uma queda de 7,44% quando comparado o mesmo período de 2020 com o ano de 2019. E essa diminuição foi ainda maior na comparação global, chegando a uma queda de 17,6% no uso dessa hashtag.

Confira o ranking dos influenciadores brasileiros mencionando perfis de marcas

1 – Ilzy Sousa – 24.700 seguidores – 353.948 interações
2 – Gicely Rafaela – 1.088.789 seguidores – 12.547.832 interações
3 – Raphael Vicente – 54.988 seguidores – 307.769 interações
4 – Ademara – 307.467 seguidores – 994.358 interações5 – Lara Silva – 8.286.930 seguidores – 40.055.167 interações

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.