Knewin analisa repercussão da Black Friday na imprensa e nas mídias sociais

Knewin analisa repercussão da Black Friday na imprensa e nas mídias sociais

A Knewin, empresa de tecnologia que usa inteligência artificial para transformar negócios, promoveu um monitoramento completo de mídias sociais, mídias jornalísticas e dados do Google durante o mês de novembro para entender a repercussão da Black Friday. A visibilidade midiática do assunto cresceu significativamente, já que de 2018 a 2020 as menções sobre o termo tiveram um aumento de 91,85% na imprensa, o que mostra a relevância dessas pautas relacionadas para os jornalistas e, acima de tudo, para os consumidores das marcas.

Entre os destaques da análise estão os termos “black friday” (463.562), #BlackFriday (25.555) e #blackfriday2020 (4.803). As contas mais mencionadas durante o período foram as varejistas: @magazineluiza @americanascom @submarino. O top 5 dos estados que tiveram mais pesquisas sobre o termo foram Distrito Federal e São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espirito Santo.

“Entender o comportamento do consumidor faz com que empresas tomem melhores decisões, por isso a Knewin buscou entender esse fenômeno da Black Friday por meio de um monitoramento completo”, aponta o CEO da Knewin, Lucas Nazário.

Impacto da COVID-19 no mês de novembro

“Devido ao prejuízo causado pela pandemia da COVID-19 à economia, a oportunidade para o mercado reaquecer foi o mês de novembro com a Black Friday, semana na qual empresas, sobretudo as do varejo, promoveram um grande desconto aos consumidores. A Knewin buscou entender um pouco mais sobre esse comportamento do consumidor por meio de um monitoramento” explica o CEO da Knewin.

Itens mais procurados e marcas com mais destaque no Twitter

Durante os dias 22 a 28 de novembro, o monitoramento da Knewin no Twitter mostrou que os bens de consumo mais procurados na Black Friday são: Iphone com 11162 tuítes, celular com 4046, Nike com 2876. O reflexo das ações das marcas nas redes sociais também foi surpreendente. A Magazine Luiza marcou como sendo a mais comentada, alcançando o quinto lugar nos Trending Topics do Twitter. Além dela, outras mais citadas no mês de novembro foram Submarino, Lojas Americanas e Kabum.


Overview das marcas na Black Friday

A Magazine Luiza e as Lojas Americanas investiram em promoções e descontos ao longo do mês e em lives especiais no dia 27. Submarino aproveitou o cashback e deu grandes descontos em produtos como livros e e-books, ganhando também destaque durante o mês de novembro. Quanto à Kabum, esta enfrentou altos e baixos. Muitos usuários elogiaram a qualidade dos produtos e a velocidade das entregas, enquanto outros denunciaram a empresa por fraude, alegando um aumento nos preços para diminuí-los no dia da Black Friday.

Fraude versus antecipação do Natal

A Black Friday também é um momento em que os consumidores antecipam as compras para o Natal. No entanto, muitos brasileiros apontam esse período como “Black Fraude”, em referência às falsas promoções e ao aumento de preços em lojas e em e-commerces. Por isso, a Knewin monitorou como esse assunto repercutiu nas mídias sociais. Os termos fraude, fake, falso(s) e falsa(s) aparecem em 4.072 tuítes na semana da Black Friday, repercutindo o problema das promoções enganosas e a desconfiança do público. Apesar disso, 2.522 menções mostram que há, sim, a intenção de compra dos brasileiros para antecipar os presentes de Natal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.