Google anuncia projetos selecionados para o Desafio da Inovação da GNI na América Latina de 2021

Google anuncia projetos selecionados para o Desafio da Inovação da GNI na América Latina de 2021

Ideias inovadores envolvendo a criação de novos produtos de notícias e modelos de negócios receberão suporte financeiro de até US﹩ 250 mil para desenvolverem suas propostas visando promover um ecossistema de notícias mais sustentável e diverso

Oito projetos brasileiros estão entre os selecionados para a segunda edição do Desafio de Inovação da Google News Initiative (GNI) na América Latina. A iniciativa faz parte do esforço global do Google para promover um ecossistema de jornalismo sustentável, diverso e inovador por meio da GNI, apoiará organizações de nove países da América Latina com financiamento de US﹩ 2 milhões.

O Google apoiará projetos que buscam impactar positivamente seus próprios negócios, o ecossistema, bem como as comunidades que atendem. Entre eles estão projetos envolvendo IA e aprendizado de máquina, visualização de dados, desenvolvimento de novas ferramentas e criação de novas formas de interagir com o público, entre outros temas. A seleção foi realizada com base nos seguintes critérios: impacto, inovação, viabilidade, inspiração e diversidade.

“Inovar, essencialmente, é desenvolver processos criativos e explorar novas abordagens para mudar a maneira como uma organização ou mesmo todo um ecossistema enfrenta seus maiores desafios no momento”, afirma Ludovic Blecher, Head de Inovação da Google News Initiative. “Por meio do Desafio da Inovação na América Latina, buscamos apoiar projetos que contribuam para um futuro mais forte, sustentável, diverso e inclusivo para o jornalismo na região”.

Conheça os projetos selecionados de 2021

Neste ano, os veículos brasileiros selecionados são Associação Fiquem Sabendo, Folha de S.Paulo, Estado de Minas, App Cívico, Rede Gazeta, Revista AzMina, Marco Zero Conteúdo e o Projeto #Colabora. Ao todo, foram selecionados 21 projetos na América Latina, sendo cinco da Argentina, dois do Peru, um da Bolívia, um da Colômbia, um da Costa Rica, um da Guatemala, um do México e um de El Salvador.

Saiba mais sobre os projetos brasileiros abaixo (veja a lista completa aqui ).

• Associação Fiquem Sabendo: A Agenda Transparente é uma plataforma de transparência voltada a auxiliar o trabalho de jornalistas por meio do monitoramento em tempo real das agendas das autoridades e agentes públicos brasileiros, a partir de informações hoje disponibilizadas de modo disperso e não padronizado na internet.

• Folha de S.Paulo: O Voz Delas é uma ferramenta de monitoramento que vai apontar aos jornalistas em tempo real a representatividade de mulheres nos diversos conteúdos em produção do jornal. Por meio de aprendizado de máquina e inteligência artificial, os jornalistas receberão sugestões de mulheres especialistas que poderiam ser entrevistadas para cada tema.

• Estado de Minas: Baseada em IA, a Scoop é uma plataforma voltada à identificação de pautas e tendências de assuntos por meio do monitoramento de redes sociais, gerando alertas personalizados para jornalistas na redação. A solução pode ser ajustada por editoria ou tema de interesse.

• AppCívico: O Facts-NFT cria um novo modelo de negócios para o jornalismo, convertendo conteúdos jornalísticos históricos em produtos digitais exclusivos, NFTs (non-fungible token) que poderão ser comprados, colecionados e revendidos.

• Rede Gazeta: Com o intuito de auxiliar veículos pequenos e médios em seus processos de digitalização, o Gazeta SDK é um pacote de soluções digitais voltadas à otimização da produção, edição e gerenciamento móvel de conteúdo multimídia.

• Revista AzMina: O Amplifica é uma ferramenta que visa facilitar a participação da comunidade com os sites de notícias, usando ferramentas de monitoramento de redes sociais para organizar um fluxo orgânico de conteúdo e, assim, aproximar as pessoas e enriquecer discussões importantes.

• Marco Zero Conteúdo: em colaboração com outros nove sites jornalísticos do Nordeste brasileiro e a Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), o projeto cria uma ferramenta para diagnosticar problemas de acessibilidade em sites jornalísticos e identificar conteúdos de qualidade, acessíveis e inclusivos.

• Projeto #Colabora: projeto colaborativo vai monitorar Diários Oficiais de municípios brasileiros e, por meio de aprendizado de máquina, extrair informações de atos públicos referentes a temas ambientais e disponibilizar de modo organizado para jornalistas, empresas e ONGs.

Comments are closed