Gazeta do Povo se torna a primeira plataforma mobile first na América Latina com solução Eidosmedia

A Gazeta do Povo anunciou seu novo projeto editorial com o objetivo de promover mudanças de paradigma em sua produção jornalística. Até o momento foi investida uma quantia de aproximadamente R$ 23 milhões em tecnologia. Por isso, a partir de 1º de junho, o veículo passa a ser o primeiro no mercado editorial brasileiro feito originalmente para plataformas móveis, baseado no conceito mobile first, e terá como diretriz o jornalismo de impacto. Em negócios, a frente do modelo passa a ser o subscriptions first, no qual as assinaturas tornam-se a principal fonte de receita.

Mas, para que toda esta transição fosse viável, foi necessário intensificar a parceria com a EidosMedia, e fazer um upgrade no sistema de gestão de conteúdo com uma versão mais atual de Enterprise Content Management and Publishing Solution. A EidosMedia, empresa italiana de software que faz a publicação de conteúdo das principais mídias do mundo como The Wall Street Journal, Financial Times, Le Mondé, Le Figarro e Corriere della Sera, já fornece soluções para a Gazeta do Povo há três anos.

Para Ana Amélia Filizola, diretora da Unidade de Jornais do GRPCOM, escolher as soluções Méthode é um indicador de que a Gazeta do Povo está seguindo a tendência dos principais grupos de mídia no mundo. “Somos a primeira plataforma da América Latina a recriar o jornalismo de impacto e pensar no mobile se adaptando ao desktop em todo o processo de confecção da notícia. Estamos satisfeitos com a nossa parceria com a Eidos, que já é utilizada por mais de 30 mil usuários, nos cinco continentes. Estamos empenhados em recriar o jornalismo com o suporte tecnológico e estar na vanguarda dos grupos de mídia”.

Com esta tecnologia, que possibilita a total autonomia de gestão, escalabilidade e alta performance em processamento de dados na nuvem, o modelo de administração foi facilitado. A Gazeta do Povo pode garantir uma maior compatibilidade de hardware e segurança, além de contar com a Amazon como uma importante parceira para sustentar um investimento de tecnologia de ponta no jornal.

A parceria

Nos últimos cinco meses, a Gazeta do Povo e a EidosMedia avaliaram juntas qual seria a solução mais indicada para este novo projeto mobile-first. Com o upgrade do toolkit, foi possível redesenhar os processos para a gestão de conteúdo com foco 100% digital. Para dar suporte a este processo, a Gazeta do Povo estabeleceu ainda outras parcerias, com Spayce, Ciello, Accesstage, Eurekapi, Jwplayer, Hotjar, Navegg – DMP, RD Station, Rubicon, Outbrain, Shopback, Klipfolio, Google Analytics, ComScore Analytics, Spike e Ibope – TGI; além do suporte de soluções de cloud computing da Amazon.

A Redação da Gazeta do Povo participou revisando análise dos fluxos e modelos de controles do aplicativo para assegurar a melhor experiência para o leitor. Por se tratar de uma ferramenta dinâmica, essa equipe continua monitorando processos e propondo melhorias constantemente.

Para Jancarlo Nesto, gerente geral da EidosMedia para América Latina, mais uma vez a Gazeta do Povo está à frente dos principais veículos do Brasil. “Com esta ferramenta única, intuitiva e poderosa que combina as características de edição em tempo real com editoração simultânea, o jornalismo terá ainda mais qualidade e produtividade; posicionando a nova fase da Gazeta do Povo entre os principais veículos da América Latina”.

Segundo Leonardo Mendes Jr, diretor de redação do jornal, a nova Gazeta do Povo permite ao jornalista produzir não só textos, mas também fotos, vídeos e lives. Neste contexto, a ferramenta Methode Memo é essencial. Ela permite a publicação a partir do celular de qualquer lugar, sem a necessidade de intervenção do editor. “Criou-se o mito de que a tecnologia tirou o jornalista da rua. Deixou ele dependente de Google, Facebook, Wikipedia, telefone. Estamos mostrando que a tecnologia pode é mandar o repórter pra rua. O Memo permite que o nosso time esteja no meio da notícia e publique de lá, com mais agilidade e calor do que se estivesse sob o ar-condicionado da redação”, explica o executivo.

Nesse novo modelo editorial, não só o consumo, mas a produção da notícia será essencialmente a partir de celulares. Os jornalistas da Gazeta escreverão suas matérias e as publicarão na plataforma digital do jornal a partir de seus dispositivos móveis, preferencialmente, invertendo a lógica de consumo de conteúdo geralmente utilizada pelos veículos jornalísticos na Internet: o site originalmente construído para celular será responsivo para a tela do computador:

Os novos recursos tecnológicos desenvolvidos pela equipe de Pesquisa e Desenvolvimento da Gazeta do Povo em parceria com a EidosMedia trarão ferramentas e funções como:

• Exibição no site de novos agrupamentos de Editorias;
• Capa diferenciada por geolocalização;
• Novo menu com Tópicos da Gazeta que estiverem em alta;
• Resumo do Dia, Tarde e Noite com destaque na navegação via dispositivos móveis trazendo uma consolidação das principais matérias;
• Integração de novos âncoras jornalísticos e blogueiros no site da Gazeta do Povo com uma área leve e layout diferenciado;
• Experiência Social – o leitor poderá saber quais amigos das redes sociais (inicialmente Facebook) leram a Gazeta do Povo e também quais matérias. Essa é uma funcionalidade exclusiva no meio de Jornais.

Filizola complementa que a tecnologia foi essencial para desenvolver um novo modelo de negócio. Na reestruturação, o assinante passou a ser o foco da receita e o veículo passou a oferecer ao leitor um acesso a conteúdo online e a edição semanal, incluindo as revistas mensais de Haus, Bom Gourmet e Viver Bem Saúde*.

“Com a nova versão do publicador da Eidos, nós pudemos transformar o processo de criação e entrega da qualidade da notícia, tornando o mais eficiente, sustentável e lucrativo. A EidosMedia tem a missão de reestruturar a função do storytelling no seu local corretamente, que é o coração do processo de publicação de notícias”, diz Filizola.

Tecnologia do publicador mobile-first

A produtividade da Redação é ampliada por um sistema de distribuição de tarefas que garante a interação mais ágil e fluida entre os membros da equipe. A rotina da equipe de mais de 140 jornalistas, conta com:

• Criação de conteúdo, com facilidade para adicionar fotos e demais tipos de mídias; além da “liberação” da notícia;
• Ajuste minucioso para múltiplos canais;
• Entrega digital, com alimentação de páginas, curadoria automática da edição digital, design responsivo e presença social efetiva;
• Planejamento e coordenação de um único ambiente, com visualização completa dos processos e fluxos;
• Acesso remoto, com ferramentas para os autores e editores em trânsito, interface personalizável e opções para trabalhar offline e diretamente do dispositivo móvel.

“Esta é a primeira vez que a EidosMedia oferece um ambiente de planejamento que permite a um veículo da América Latina compartilhar ideias, designar tarefas e monitorar seu progresso até o final da publicação de cada matéria. Estamos empenhados com esta parceria que transformará o jornalismo na região, com mais tecnologia e, ainda, impactar positivamente a vida dos leitores”, complementa Nesto.

O Open Source proprietário é baseado em tecnologias padrões que começam com o formato universal XML permite uma flexibilidade total no processo de publicação e compartilhamento de conteúdo.

*Assinatura premium da Gazeta do Povo

Tags , , , , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.